quinta-feira, 22 de novembro de 2012

M557 - Pedido de Condecoração a título póstumo para o Major de Cavalaria João Luis Laia Nogueira Mendes Paulo



Pedido de Condecoração a título póstumo para o Major de Cavalaria João Luis Laia Nogueira Mendes Paulo, que prestou serviço no Exercito Português de 1957 a 1971. Responsável pela ideia e seu desenvolvimento o uso de três carros de combate em Angola em plena Guerra do Ultramar tendo sido estes os únicos carros de combate que até hoje efetivamente participaram em acções de combate protegendo e salvando vidas a um número indeterminado de civis e militares.

Clique no endereço que se segue: 


Para: Gabinete da Presidente 
Nome: Gonçalo Rodolfo de Canavarro Arraya Mendes Paulo 


Mensagem: 

Exma. ª Senhora Presidente da Assembleia da República


Assunto: Pedido de Condecoração a título póstumo para o Major de Cavalaria João Luis Laia Nogueira Mendes Paulo, que prestou serviço no Exercito Português de 1957 a 1971. Responsável pela ideia e seu desenvolvimento o uso de três carros de combate em Angola em plena Guerra do Ultramar tendo sido estes os únicos carros de combate que até hoje efetivamente participaram em acções de combate protegendo e salvando vidas a um número indeterminado de civis e militares.

A presente petição tem como fundamento o facto de que no período onde esta bem-sucedida experiencia ocorreu o material usado (três carros M5A1) apesar de estar considerado obsoleto estava classificado como material da NATO, impedindo assim na época qualquer publicidade ou notícia dos seus feitos.

1. Mesmo em relatórios militares oficiais o seu uso é raramente mencionado pelas razões atrás apresentadas; 

2. Após a publicação pelo Major de Cavalaria João Luis Mendes Paulo do Livro “ Elefante Dum Dum” e pelos testemunhos aí expostos iniciou-se um verdadeiro movimento espontâneo de interesse por essa façanha militar. 

3. Todas as unidades que ao longo dos anos de guerra que serviram com os três carros de combate são unânimes a reconhecer a sua mais-valia em operações de combate reconhecimento e escolta tanto de colunas militares como civis. 

4. Todos esses ex combatentes referem sem dúvidas que a acção dos caros de combate salvou numerosas vidas civis e militares. 

5. O pedido de condecoração baseia-se no espirito empreendedor que o referido oficial demonstrou usando apenas material de sucata para proteger com sucesso civis e militares. 

6. Com o generalizar do uso da internet e das redes sociais os testemunhos de Ex combatentes sobre o épico uso dos carros de combate em angola proliferaram, sendo que um assunto que antes era praticamente um segredo é hoje um dos mais debatidos. 

7. Tendo mais tarde, o General Spínola então como Governador da Guiné-Bissau tomado conhecimento dos excelentes resultados carros de combate em Angola, solicitou ao Major João Luis Mendes Paulo que reunisse o maior número possível de carros de combate (obsoletos e dados como sucata) para seu uso imediato no teatro de operações da Guiné-Bissau. 

8. O Major João Luis Mendes Paulo com a mesma energia e o mesmo esprito de servir a Pátria anteriormente demonstrado, conseguiu em pouco tempo vários carros de combate, que só não foram usados porque o argumento NATO voltou a ser mais forte. 

9. Ainda assim foi o Major João Luis Mendes Paulo encarregado pelo General Spínola de levar as primeiras viaturas blindadas Chaimite para a Guiné-Bissau.

Vem o signatário requere à Assembleia da República que esta emita parecer favorável à atribuição de uma condecoração pelos feitos militares referidos, lembrando que a atribuição de uma condecoração ao Major João Luis Mendes Paulo, honra não só o seu valor mas o de todos os militares que participaram neste épico feito.

Albufeira, 15 de Julho de 2012
Gonçalo Rodolfo de Canavarro Arraya Mendes Paulo (filho)
---------------------
... para saber mais, ver também aqui;

http://ultramar.terraweb.biz/06livros_MajorMendesPaulo_CD_Video.htm

http://www.youtube.com/watch?v=OUW9taGdirE

http://www.youtube.com/watch?v=eWis_IbMHf4

http://www.youtube.com/watch?v=GeH5b_3GPDQ


Sem comentários: