terça-feira, 21 de abril de 2009

M94 - SNIPER Canadiano em ACÇÃO

SNIPER Canadiano em ACÇÃO
Recorde de Franco atirador (SNIPER) canadiano no Afeganistão... LER ANTES DE VER O VÍDEO

No filme podem ser observadas algumas sequências de franco-atiradores (snipers) canadianos, eliminando franco-atiradores talibãs, no Afeganistão. Estes vídeos foram feitos através da luneta do spotter (parceiro observador) do franco-atirador, que fica à sua direita.

O atirador canadiano usa uma carabina calibre 50. O cartucho tem 20 cm de comprimento e a culatra tem 2,5 cm de diâmetro. O projéctil tem 0,5 polegada (11,25 mm) e 1,5 polegada (37,5 mm) de comprimento.

Atente, no primeiro vídeo, que o sniper talibã está acima de uma saliência de pedra e, quando se ouve o tiro, veja o que sucede.

Confirmaram que o sniper talibã estava a uma distância que consistituiu um novo recorde mundial, já que o recorde anterior era do sniper dos marines, o legendário Carlos Hatchkock, no Vietename, em 1967.

O canadiano estava a 2.800 m de altitude e o alvo a 2.970 m, com um vale entre eles.

O recorde durou somente uns dois dias.

Os franco-atiradores canadianos operam apoiando a infantaria americana. Usam a carabina MacMillan calibre 50, com culatra e carregador de 5 tiros.

A equipa do franco-atirador é constituída por 3 homens, que além da carabina 50, contam com três carabinas standard C7 canadianas, sendo uma delas equipada com lança-granadas de 203 mm.

Os pedaços que se vêm voando são dos alvos (corpos), dado o deslocamento hidrodinâmico do impacto.


Enviado pelo RANGER Nabais

video

P.S. - Aqueles que hoje se designam por SNIPERS, eram antigamente conhecidos por fanco atiradores.

2 comentários:

Santos Oliveira disse...

Superior! O assobio final do parceiro, atesta a grandiosidade da precisão do Franco Atirador responsável.Documento notável com fins de formação e informação, que demonstram a aptidão, o treino e a responsabilidade numa Missão deste género.

Santos Oliveira

Eduardo J. Magalhães Ribeiro disse...

A pedido do meu Amigo e Camarada da Guerra do Ultramar, passo a publicar o seguinte comentário:

Em relação ao vídeo M94 - Sniper, gostaria de dizer o seguinte:

Este vídeo circula há muito tempo na Net como sendo de Atiradores Canadianos ou Americanos no Afeganistão.
A 1ª vez que o vi, foi num site de acções violentas, bizarras, etc. que dá pelo nome de “The YNC”, The Young News Channel, há coisa de 2 ou 3 anos, julgo que
ainda possa ser visto efectuando uma busca, na altura em que o vi, li calmamente os comentários e um deles chamou-me a atenção.
Dizia o seguinte: Que este vídeo já circulava há muito tempo na Net, creio mesmo, que anterior á intervenção no Afeganistão e que era dumas caçadas nas montanhas na América a uns animais, tipo ratos das pradarias ou algo parecido, que havia nessas serras, caçados a longa
distancia, tal como se vê.
Que o vídeo tinha sido repescado para a Net como sendo passado no Afeganistão.
Esta situação é recorrente, fiz alguma pesquisa, e efectivamente li precisamente isto, que o mesmo passava regularmente como sendo de Atiradores no Afeganistão.
Aconselho a visualizarem com atenção o mesmo.
Se repararem bem, há algumas incongruências, especialmente, nos pormenores imediatamente antes do impacto.

Como devem entender não está em causa a perícia dos atiradores mas a origem do mesmo.

Atenciosamente
Carlos Coutinho

PS: Espero não ter sido ofensivo.