domingo, 13 de maio de 2012

M454 - Almoço/Convívio dos GEs/GEPs - Grupos Especiais e Grupos Especiais Paraquedistas, Que combateram por Portugal em Moçambique


Uma das missões deste blogue é, FUNDAMENTALMENTE, dar a conhecer, a quem não sabe, ou a quem nunca teve grande informação sobre esta matéria, alguns aspectos das TROPAS ESPECIAIS PORTUGUESAS, CONSIDERADAS PELOS MELHORES ESPECIALISTAS MUNDIAIS, pelas provas dadas no terreno de combate, como foi o caso da Guerra do Ultramar, COMO DAS MELHORES, MAIS DISCIPLINADAS E MAIS EFICAZES EM TODO O MUNDO MILITAR.  

 Nos anos após o golpe do 25 de Abril, seguiu-se uma bandalheira nacional que durou até fins do ano de 1975. 


No meio da confusão que se instalou, onde se definiam as linhas da democracia e os diversos partidos políticos, alguns grupos conotados com a extrema esquerda, ou radical, como queiram, com muitos oportunistas misturados e gente ressabiada com o regime deposto, deram início a uma estranha caça desumana e desenfreada a vários Combatentes por Portugal.


Desta caça impiedosa foram vítimas muitos dos Heróis que se tinham destacado com Garra, Valentia e Destemor na Guerra do Ultramar, alguns deles com TERRÍVEIS CUSTOS FÍSICOS E PSÍQUICOS, que ainda se mantêm nos dias de hoje nos que permanecem vivos.


Já aqui contamos, em 2 mensagens, um caso, talvez o mais grave de todos, que incluiu torturas criminosas e inadmissíveis sobre o maior HERÓI NACIONAL DE TODAS AS GUERRAS DE TODOS OS TEMPOS, o Comando Africano TCOR Marcelino da Mata (uma verdade INACREDITÁVEL e DOENTIA que incomoda e é renegada por muito traidor e cobarde).


Mas muitos mais casos se verificaram, especialmente sobre militares e ex-militares que serviram o MELHOR QUE PODIAM E SABIAM PARA COMBATEREM POR PORTUGAL, em tempos em que o serviço militar era obrigatório e onde muitos portugueses se fizeram Homens. Sim, porque muitos quando entraram a primeira vez num quartel nunca tinham deixado a barra das saias da mamã, não tinham qualquer experiência de vida e muitos outros só conheciam as suas pequenas aldeias e o trabalho rude da agricultura.


Mas, dizia-se, ainda hoje, sinais dos tempos da bandalheira nacional, verificamos entre os numerosos sites e blogues dedicados à Guerra do Ultramar, que raríssimos são os que falam da contribuição, eficácia e operacionalidade dos Homens Operações Especiais, dos Grupos Especiais e dos Grupos Especiais Paraquedistas.


Perguntar-se-ão os leitores mais novos e os menos informados sobre esta escandalosa, vergonhosa e escondida VERDADE porque é que, também as TVs, jornais, revistas, etc. não lhes interessa articular, divulgar e muito menos debater, por exemplo, para que foram criados este tipo de tropa?


As suas origens, objectivos, funções, contributos, etc. na guerra.


Porquê?


Pois, porquê?, porque a cobardia e a traição grampeou e continua bem radicada em Portugal desde 1974, sob diversas formas e feitios, umas mais camufladas que outras, mas está aí bem no nosso meio. 


Assim, porque NUNCA VENCIDOS COM OS SEUS VALENTES HOMENS NO TERRENO DE COMBATE, mas sim COBARDE E TRAIÇOEIRAMENTE, num país que DEVIA TÊ-LOS LOUVADO E HONRADO COMO HERÓIS QUE FORAM, resta-nos este blogue e alguns outros, poucos, abordarmos e aprofundarmos, sem qualquer tipo de complexos, este INESQUECÍVEL tema. 


Comparável com esta ESCANDALOSA VERGONHA, só nos lembramos dos nojentos, criminosos  e implacáveis assassínios, sem qualquer tipo de julgamento, dos HOMENS QUE TAMBÉM NUNCA FORAM DERROTADOS NO CAMPO DE BATALHA, os nossos ex-soldados africanos/PORTUGUESES, baptizados e registados para todos os efeitos como  PORTUGUESES, tal como nós. 


Para os nossos meios e comunicação é mais fácil e menos trabalhoso, dedicarem-se à mesquinha e amorfa pimbalhada, à piada banal e fácil, às supérfluas e anestesiantes telenovelas, aos refugados e entediantes concursozecos, às notícias insossas e inócuas da politicalhada brejeira e inconsequente, etc., etc...  


Hoje, dia 14 de Maio, são 20h10, e quer acreditem, quer não, está a falar o treinador de selecção nacional de futebol em todos os canais de TV... TODOS!


GRANDE HERÓI NACIONAL!


É só mais um retoque lamentável na lavagem cerebral mais completa e atrofiante mental do bom do nosso infeliz povinho, como ainda não tinha visto!


Que importante é para o país, para a economia, para a resolução dos problemas nacionais, se joga o monhé ou o tótó à defesa, ou o tonho, ou o barnabé a ponta quieta!


JÁ NÃO HÁ VERGONHA EM LADO NENHUM!


Assim aqui neste blogue, gritamos:


VIVA aos GEs/GEPs - Grupos Especiais e Grupos Especiais Paraquedistas!


VIVA aos Combatentes por Portugal! 

Sequem-se alguns instantâneos do último Almoço/Convívio dos GEs/GEPs - Grupos Especiais e Grupos Especiais Paraquedistas, que combateram por Portugal em Moçambique, no período da Guerra do Ultramar

4780-050   Caldas da Saúde - Areias - Santo Tirso
96 641 82 50 - ge.gep@hotmail.com

CONFRATERNIZAÇÃO        
No 05 DE MAIO de 2012 p.p.
em FÁTIMA 












Fotos: © MR (2012). Direitos reservados.

1 comentário:

JCAS disse...

... citando:
- «Hoje, dia 14 de Maio, são 20h10, e quer acreditem, quer não, está a falar o treinador de selecção nacional de futebol em todos os canais de TV... TODOS!
GRANDE HERÓI NACIONAL!
É só mais um retoque lamentável na lavagem cerebral mais completa e atrofiante mental do bom do nosso infeliz povinho, como ainda não tinha visto!
Que importante é para o País, para a economia, para a resolução dos problemas nacionais, se joga o monhé ou o tótó à defesa, ou o tonho, ou o barnabé a ponta quieta!
JÁ NÃO HÁ VERGONHA EM LADO NENHUM!»

Muito bem!
Subscrevo.

E sugiro visita e comentários, ao patriota "Adamastor"...
http://www.novoadamastor.blogspot.pt/2012/05/guerra-de-africa-portugal-militar-em.html

Com um grande abraço,
J.C. Abreu dos Santos