domingo, 11 de março de 2012

M414 - RANGER José Saúde (foi Fur Mil da CCS do BART 6523,

RANGER José Saúde
(foi Fur Mil da CCS do BART 6523, que cumpriu a sua comissão militar em Nova Lamego/Gabú, na Guiné - 1973/74, enviou-nos mais algumas fotos da sua estadia naquela ex-Província Portuguesa.

Continuando a apresentação  do RANGER Saúde (ver também as mensagens M394 e M395) apresentam-se nesta mensagem mais alguns interessantes aspectos da vida e quartel de Nova Lamego - na Guiné.
Fotos retiradas de um armário “secreto”



No espólio da minha bagagem trouxe da Guiné um conjunto de fotos retiradas de um armário tido como “secreto”, asseguravam na altura os superiores hierárquicos, sendo que a aproximação ao dito cujo se afigurava quase inacessível tendo em conta todo o conteúdo que o escaparate continha. Certo era também a simbologia de memórias contidas no interior do respectivo armário e que suscitava, obviamente, a curiosidade daquele(s) a quem inadvertidamente lhe(s) tinha(m) sido confiada a missão de zelar pelo chamado gabinete da acção psicológica.


Ora bem, a primeira vez que, à socapa, descobri o “tesouro”, confesso que debitei pouco tempo a olhar as fotos de uma Guiné em guerra. As imagens reproduzidas continham efeitos reais do conflito no terreno, e dos seus efeitos, a par de outras imagens que passavam entretanto ao lado da guerrilha, sendo disso exemplo os costumes da população civil.

Depois de 25 de Abril de 1974 que ditou o fim da guerra no Ultramar, lembrei-me, um dia revisitar aquele armário “secreto” e pausadamente, agora sem o stress antes constatado, deter-me perante as memórias que o tempo jamais ousará esquecer. Fi-lo convicto de que tal legado poderia, eventualmente, apresentar-se importante sempre que à tona da memória surgem imagens de uma guerra que teimava em não dar tréguas ao mais incauto militar.

Não vou trazer à estampa imagens onde o quadro explicitado do horror da guerrilha ditou epílogos impensáveis porque, creio, que a sua visualização feriria por certo susceptibilidades humanas. A meu ver, julgo que os capítulos dos anais da história da guerra ultramarina disso fariam eco, caso a verdade apurada no terreno não fosse sujeita a um esquisito branqueamento.

Todavia, resta-me a consolação de manter no meu baú memórias inolvidáveis que continuam a fazer parte integrante do meu espólio guineense, reconhecendo porém que as fotos apresentadas foram retiradas (não digo furtadas) do arquivo de um Quartel – Gabu - que se preparava para ser entregue às forças do PAIGC.

Aqui ficam pois no blogue Luís Graça & Camaradas da Guiné imagens (poucas) do tempo da guerra na Guiné, condenadas a ficarem pálidas algures num qualquer esconderijo sem retorno. Camaradas, contemplem as fotografias, opinem sobre a temática visualizada e assumam que fomos de facto irreversíveis protagonistas em cenários que teimam acossar as nossas mentes.


Soldados em operações no mato

Desembarque de tropas operacionais de um helicóptero

Em operações na traiçoeira mata


Elementos de uma povoação organizada em autodefesa

Elementos das milícias nativas penetrando na mata

Mini-guião de colecção particular: © Carlos Coutinho (2011). Direitos reservados. 
«««««««««««««««««««»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
Outras mensagens do RANGER Saúde, podem ser vistas em:

7 de Janeiro de 2012 > 

M395 - Ranger José Romeiro Saúde, do 1º turno de 1973 (2)


5 de Janeiro de 2012 >


M394 - Apresenta-se o Ranger José Romeiro Saúde, do 1º turno de 1973


Esta mensagem pode também ser vista no grande blogue da Guiné:


8 DE MARÇO DE 2012 > Guiné 63/74 – P9585: Memórias de Gabú (José Saúde) (23): Fotos retiradas de um armário “secreto”


1 comentário:

JCAS disse...

... citando:
«Fotos: © José Saúde (2011). Direitos reservados. [...] No espólio da minha bagagem trouxe da Guiné um conjunto de fotos retiradas de um armário tido como “secreto”. [...] Sendo que a aproximação ao dito cujo se afigurava quase inacessível tendo em conta todo o conteúdo que o escaparate continha [...] à socapa, descobri o “tesouro”. [...] Depois de 25 de Abril de 1974 [...] lembrei-me, um dia revisitar aquele armário “secreto” e [...] tal legado poderia, eventualmente, apresentar-se importante. [...] As fotos apresentadas foram retiradas (não digo furtadas) do arquivo de um Quartel – Gabu - que se preparava para ser entregue às forças do PAIGC. [...] Imagens (poucas) do tempo da guerra na Guiné, condenadas a ficarem pálidas algures num qualquer esconderijo sem retorno.»

Para além de cada um daqueles interessantes documentos fotográficos - há poucos dias divulgados na internet por intermédio do p9584 editado no blogue dos Camaradas da Guiné -, conter em rodapé original a correspondente legenda impressa, denotando sem margem para quaisquer dúvidas ter sido cada qual digitalizado de livro publicado - mas não pelo veterano remetente das mesmas que, além de haver afirmado o supra reproduzido, se arrogou "direitos reservados" -, ficou devida e amplamente demonstrado, nos comentários ao p9590 daquele mesmo blogue, que aquele conjunto de registos fotográficos não teria origem em acervo particular daquele veterano da Guiné-do-fim.
O seu a seu dono.
Por isso, aqui fica a interrogação: qual/quais o(s) livro(s) onde estão publicadas, originalmente, cada uma das fotos; e a quem são devidos, 'de facto' e de jure', os respectivos créditos (vg "direitos reservados")?!
___